Semifinal masculina definida em Jaboatão com campeões da primeira etapa e estreantes

disputa acirrada

19 de junho de 2016

O sábado ensolarado garantiu um clima favorável aos atletas e ao público que foi conferir o Circuito Banco do Brasil Challenger na orla de Candeias. Os jogos continuam neste domingo (19.06), com a disputa das semifinais e finais. Os confrontos terão Bruno/Hevaldo (AM/CE) contra Bernat e Allison (RJ/SC) na quadra 3, e Thiago/George (SC/PB) contra Léo Gomes/ Ferramenta (RJ/RJ) na quadra principal, ambos a partir das 9h20.

O segundo dia de competição marcou o início do torneio principal do Challenger. Os 16 times foram divididos em quatro grupos de quatro equipes e duelaram pela primeira fase. Os primeiros colocados de cada grupo avançaram direto às quartas de final, enquanto segundos e terceiros disputaram a repescagem.

A dupla Hevaldo e Bruno (CE/AM) é uma das classificadas para a semifinal no domingo. ‘Para o público, vai ser um grande espetáculo. O clima está bom para jogar vôlei de praia. O torneio contou com a formação de novas duplas e, para nós, foi de muita superação. Não treinamos juntos na semana. Fomos melhorando durante o campeonato e a tendência é jogar amanhã melhor que hoje’, afirma Hevaldo, vice-campeões na etapa de João Pessoa (PB).

Para Allison, a expectativa também é grande para a semifinal. ‘É o nosso primeiro torneio juntos e já começamos com uma semifinal. Sinal de que o trabalho está sendo bem feito’, comemorou o parceiro de Rodrigo Bernat.

O aposentado José Cláudio da Silva acordou cedo e trouxe a família toda. ‘Vim ontem com meu filho e voltei hoje com ele, meu neto e meu genro. Entendo pouco de vôlei de praia, mas gosto muito de assistir. É um programa diferente’, diz ele que amanhã volta ao interior de Pernambuco onde mora.

Outra dupla de destaque foi Thiago e George (SC/MS). Aliás, George está em Pernambuco já há uma semana para a disputa do Sub-23, quando foi bronze.

‘Já estou adaptado. A areia é boa e venta bem. Como moro na Paraíba também me sinto em casa aqui’, comentou. O parceiro Thiago disse que a dupla começou bem no torneio. ‘Nossos adversários jogaram bem, mas nossa meta é melhorar nosso desempenho individual, fazendo o melhor que o resultado vem’, afirma.

Aos 20 anos, George foi campeão da etapa de João Pessoa (PB) do Circuito Banco do Brasil Challenger 2016 ao lado do parceiro Thiago (34 anos) e é campeão Mundial Sub-21 em 2016 (Suíça).

O Challenger na temporada 2016 estreou um formato com a participação de 16 times em cada naipe ao contrário de 12 duplas das temporadas passadas. O evento é composto por quatro etapas. Além de João Pessoa (PB) e Jaboatão dos Guararapes (PE), o torneio terá paradas em Aracaju (SE) e Cabo Frio (RJ).

O time vencedor de cada etapa soma 400 pontos no ranking, além de receber uma premiação de R$ 13 mil. Ao final dos quatro paradas, as duplas masculina e feminina que somam mais pontos são eleitas as campeãs gerais da temporada.

O Banco do Brasil é o patrocinador oficial do voleibol brasileiro