Seleção masculina derrota a Eslovênia e chega à quinta vitória na Liga das Nações

De virada

24 de junho de 2023

Comemoração brasileira depois da vitória sobre a Eslovênia

(Volleyball World)

Entrevistas em vídeo com Renan Dal Zotto e Otávio

O Brasil voltou a vencer na Liga das Nações masculina e chegou a cinco vitórias na competição. A equipe comandada pelo técnico Renan Dal Zotto derrotou a Eslovênia, de virada, por 3 sets a 1 (23/25, 25/21, 26/24 e 25/21), neste sábado (24.06). O oposto Alan e o ponteiro Lucarelli foram os maiores pontuadores da partida em Orléans, na França, com 19 pontos cada.

Neste domingo (25.06), a seleção brasileira encerra a etapa de Orléans contra os donos da casa, com previsão de ginásio lotado. Brasil e França se enfrentam às 12h30 (de Brasília). O sportv 2 transmite o confronto.

A seleção brasileira entrou em quadra neste sábado com Bruninho, Alan, Lucarelli, Honorato, Flavio, Judson e o líbero Maique. Entraram Otávio, Fernando Cachopa, Felipe Roque, Adriano e Arthur Bento.

Renan Dal Zotto, técnico do Brasil: “Uma vitória extremamente importante e extremamente valorizada pela Eslovênia, que fez uma grande partida. Esse foi o jogo da disputa de bronze do Mundial do ano passado, então a Eslovênia está bem ranqueada em nível internacional. Para a gente, é um passo importante para a classificação, a quinta vitória, e para o ranking mundial também. Estou muito satisfeito com o time. Eles estiveram presentes o tempo todo, não se entregaram nunca e, mesmo nos momentos mais difíceis, foram fortes mentalmente”.

Alan, oposto, marcou 19 pontos (18 de ataque e um de saque), incluindo os dois últimos pontos do terceiro set: “Hoje completa um ano certinho da minha lesão, e é aniversário do meu irmão mais novo o Darlan, que foi quem entrou no meu lugar quando eu me machuquei. Então essa data está mais do que marcada para a gente. Eu entrei em quadra sabendo da data, mas pensando totalmente no jogo. Naquele momento do terceiro set, eu pude ser decisivo. Fui totalmente para o ponto e fui feliz de ter acertado o saque muito bem, e, depois, a gente fez o contra-ataque. Estou muito feliz de um ano depois eu estar bem, recuperado, podendo estar jogando em alto nível e ajudando a seleção”.

Otávio, central, saiu do banco e contribuiu com 10 pontos (oito de ataque, um de bloqueio e um de saque): “Foi uma vitória importantíssima. Tinha ficado um gostinho amargo contra o Japão, mas foi um grande jogo que mostrou o quanto nosso grupo tem força. E hoje foi a mesma coisa, o grupo está fazendo a diferença. Fico muito feliz com isso, que todos estão bem unidos e fizemos uma grande partida”.

LIGA DAS NAÇÕES

1ª SEMANA – OTTAWA (CAN)

07/6 – Brasil 3 x 1 Alemanha (26/24, 25/16, 19/25 e 25/15)
08/6 – Brasil 3 x 2 Argentina (19/25, 25/19, 23/25, 25/23 e 15/13)
10/6 – Brasil 2 x 3 Cuba (16/25, 25/22, 29/27, 22/25 e 18/20)
11/6 – Brasil 3 x 1 Estados Unidos (25/19, 21/25, 25/15 e 25/21)

2ª SEMANA – ORLÉANS (FRA)

20/6 – Brasil 3 x 0 Bulgária (25/22, 25/17 e 25/15)
22/6 – Brasil 2 x 3 Japão (23/25, 21/25, 25/18, 25/22 e 16/18)
24/6 – Brasil 3 x 1 Eslovênia (23/25, 25/21, 26/24 e 25/21)
25/6 – Brasil x França, às 12h30 (horário de Brasília) – sportv 2 

O Banco do Brasil é o patrocinador oficial do voleibol brasileiro