Sada Cruzeiro vence donos da casa e está na semifinal

Vaga garantida

14 de dezembro de 2017

Filipe, Isac e Evandro comemoram ponto do Sada Cruzeiro

(Divulgação/FIVB)

O Sada Cruzeiro mostrou sua força de tricampeão e, depois de um resultado negativo para o Civitanova, da Itália, na estreia, virou a história, bateu o Sarmayeh Bank, do Irã, na segunda rodada, e, nesta quinta-feira (15.12), derrotou o Zaksa, da Polônia, por 3 sets a 0 (25/13, 32/30 e 25/20), em partida realizada na cidade de Opole, na Polônia. O resultado garantiu o time brasileiro na semifinal, que será disputava em Cracóvia, neste sábado (16.12).

Nesta tarde, o ponteiro Leal, em partida inspirada, foi o maior pontuador, com 19 acertos, sendo 12 de ataque, um de bloqueio e impressionantes seis pontos de saque. O oposto Evandro, também fundamental para a vitória, marcou 17 vezes (16 de ataque e um de saque).

O ponteiro Leal destacou a grande evolução do grupo na competição. “Nosso time sabe jogar nas dificuldades e mostra que estamos crescendo na competição. Na primeira partida o Civitanova jogou muito bem, depois nosso time se superou e ganhamos dois jogos de 3 a 0 e também um bom ritmo. A gente veio com o objetivo de ser campeão. Com certeza é algo difícil. As semifinais serão pesadas e temos que entrar bem concentrados. Agora temos que descansar um pouco e focar tudo na fase final. Hoje jogamos muito firmes, sacamos muito bem, passamos, acho que nosso jogo hoje saiu bem e espero que a gente consiga seguir jogando assim, pois com certeza enfrentaremos um adversário pesado também”, afirmou Leal.

Agora, o time brasileiro espera pelos resultados do outro grupo para conhecer seu adversário na busca por uma vaga na grande decisão.

No Grupo B do Mundial de Clubes estão na disputa as equipes do Bolivar, da Argentina; Shangai Volleyball Clube, da China; o polonês SKRA Belchatow e o Zenit Kazan, da Rússia.

O JOGO

Simon abriu o placar da partida a favor do Sada Cruzeiro. Evandro, no contra-ataque, fez 2/0. O Zaksa igualou em 2/2 e, com Isac, o time brasileiro voltou a abrir 4/2. No saque de Leal, 7/3 e pedido de tempo da equipe polonesa. O Sada ainda marcou 8/3 em grande passagem de Leal pelo saque. Evandro marcou 11/8. No ace de Simon, o grupo mineiro fez 13/9. Ponto de bloqueio de Leal e o placar foi a 15/9. O Zaksa pediu tempo. Com Evandro pontuando bem, o Sada Cruzeiro chegou a 16/10. Leal aumentou a vantagem para oito em 18/10. Com mais um ace de Leal, a equipe mineira chegou a 23/22. E, na sequência, fechou em 25/13.

O Zaksa começou melhor e abriu dois de vantagem no começo do segundo set: 4/2. A diferença se manteve em 7/5 e aumentou um pouco mais em 8/5. Na volta da parada técnica, o time polonês conseguiu mais um ponto de saque e marcou 9/5. Diferente do primeiro set, a vantagem esteve toda do lado polonês. Quando os donos da casa chegaram a 11/6, Marcelo Mendez pediu tempo. A diferença caiu em 11/14. Mas, no bloqueio, o Zaksa voltou a abrir (16/11). O Sada Cruzeiro buscou e, em boa passagem de Filipe pelo saque, fez 15/17. Ainda com Filipe bem no saque, Leal pontuou e chegou ao ponto de empate: 17/17. Os times voltaram a empatar em 20/20. No ponto de saque de Leal, 21/20. O Zaksa deixou tudo igual em 23/23 e depois novos empates em 25/25 e 27/27. No ace de Leal, 29/28. E no ace de Evandro, o Sada fechou em 32/30.

O Sada Cruzeiro abriu 2/0 no terceiro set. Com Isac, o time brasileiro marcou 5/2. No ponto de saque de Leal, 6/2. O Zaksa reduziu a diferença no placar marcando 6/8 e, no erro da equipe mineira, encostou em 7/8. O Sada Cruzeiro voltou a abrir boa vantagem e, com Leal pontuando bem, chegou a 12/9. Com dois pontos de saque consecutivos de Simon, o time mineiro chegou a 15/9. A vantagem brasileira se manteve em seis pontos em 18/12. O atual campeão do Mundial de Clubes manteve o comando do set em 21/16. Isac marcou 23/19. No final, vitória do Sada Cruzeiro por 25/20 e vaga na semifinal garantida.

SADA CRUZEIRO – Uriarte, Evandro, Simon, Isac, Filipe e Leal. Líbero – Serginho
Entraram – Éder Levi
Técnico: Marcelo Mendez

TABELA

12.12 (terça-feira) – Sada Cruzeiro 0 x 3 Lube Civitanova (ITA) (21/25, 16/25 e 18/25)
13.12 (quarta-feira) – Sada Cruzeiro 3 x 0 Sarmayeh Bank (IRI) (25/23, 25/20 e 25/22)
14.12 (quinta-feira) – Sada Cruzeiro 3 x 0 Zaksa Kedzierzyn-Kozle (POL) (25/13, 32/30 e 25/20)
16.12 (sábado) – Semifinais
17.12 (domingo) – Final

O Banco do Brasil é o patrocinador oficial do vôlei brasileiro