Rio do Sul abre o ano com vitória sobre o Sesi-SP

Em casa

6 de janeiro de 2017

Aline recebeu o Troféu VivaVôlei de melhor da partida

(Clóvis Eduardo Cuco/Rio do Sul)

Equipe catarinense levou a melhor na primeira partida do returno por 3 sets a 0. Dentil/Praia Clube também venceu

Da redação, no Rio de Janeiro (RJ) – 06.01.2017

O Rio do Sul (SC) começou o ano de 2017 e o returno da Superliga feminina de vôlei 2016/2017 com vitória. A equipe que estreou sob o comando do técnico Pedro Castelli Filho, o Moska, conseguiu bom resultado sobre o Sesi-SP por 3 sets a 0, com parciais de 25/16, 25/22 e 28/26, em 1h30 de partida realizada no ginásio Artenir Werner, em Rio do Sul (SC).

A central Aline foi um dos grandes destaques da partida. A atacante teve boa atuação e foi a mais votada no site da Confederação Brasileira de Voleibol (CBV), levando o Troféu VivaVôlei, programa de responsabilidade social da Confederação Brasileira de Voleibol (CBV) que atende crianças de 7 a 14 anos por meio de escolinhas de vôlei.

Aline comemorou o resultado positivo já com o troféu nas mãos. “Essa vitória foi super importante porque nós viemos de várias derrotas e neste momento estamos começando um ciclo novo, com técnico novo. Foi bom para tirar o peso dos ombr0os. Nossa equipe trabalhou muito bem e mereceu essa vitória”, declarou a central.

Outro destaque do jogo ficou por conta da oposto Natiele, do Rio do Sul, que saiu de quadra como maior pontuadora depois de marcar 17 pontos.

Pelo lado do Sesi-SP, a oposto Lorenne, maior pontuadora da Superliga até o momento, falou sobre a postura do seu time na partida desta noite

“Desde do turno estamos sofrendo um pouco no passe e no final do jogo isso pesou. Entramos um pouco apáticos e temos que ter, desde o começo, a postura que tivemos no terceiro set. Mas, temos todo o returno pela frente, nosso time é jovem e estamos aqui para aprender a cada jogo. É sempre uma oportunidade de ser melhor e aprender um pouco mais”, disse Lorenne.

Na segunda rodada do returno, o Rio do Sul receberá o Fluminense (RJ) na próxima sexta-feira (13.01), às 20h15. Já o Sesi-SP voltará a jogar em casa e enfrentará o Terracap/BRB/Brasília (DF) no mesmo dia, às 19h.

O JOGO

O Sesi-SP abriu o placar do jogo. Com Naiara bem no ataque, o Rio do Sul virou o placar e fez 3/2. A partida seguiu equilibrada, com a equipe da casa em vantagem de apenas um ponto em 7/6. O Rio do Sul, então, abriu três (10/7) e Juba pediu tempo. Bem no saque, o time catarinense bloqueou com Kasi e aumentou a diferença para 13/9. Na sequência, foi a vez do Sesi-SP pontuar e, quando encostou em 14/13, Moska parou o jogo. O Rio do Sul não permitiu uma reação maior do adversário e chegou a 19/13. No ace de Camila Paracatu, o time da casa chegou a 24/15. E, no final, o Rio do Sul fechou em 25/16.

Embalado pela boa vitória no primeiro set, a equipe de Rio do Sul começou melhor também na segunda parcial e abriu 3/0, forçando o técnico adversário a pedir tempo. A parada surtiu efeito e o Sesi-SP encostou em 3/2. As donas da casa voltaram a abrir três pontos (7/4). Com Natiele bem, o Rio do Sul marcou 13/8. Com a central Aline, o time catarinense chegou a 16/9. Com Camila Paracatu, 19/12. Em boa passagem de Lorenne no saque, o Sesi-SP reduziu a diferença para 20/16 e Moska pediu tempo. Na volta, Lorenne seguiu bem no saque e o time paulista fez 20/18. O placar voltou a ficar equilibrado em 23/21, mas o Rio do Sul fechou em 25/22.

O Sesi-SP abriu o placar do terceiro set com ponto de saque de Paquiardi. O Rio do Sul passou a pontuar bem e virou para 6/2. Neste momento, Juba pediu tempo. A vantagem catarinense seguiu em quatro pontos no ponto da central Aline. O Sesi-SP reagiu e encostou no placar em 14/13, forçando o técnico adversário a parar o jogo. Na volta, o time paulista chegou ao ponto de empate. A disputa seguiu equilibrada, com um novo empate em 17/17. O Sesi-SP ainda assumiu o comando do placar em 18/17 e o Rio do Sul pediu tempo. No ponto de saque de Paquiardi, o time visitante abriu 21/17. O time da casa reagiu com Carol Leite no saque encostou em 20/21. Com dois pontos de saque de Aline, o Rio do Sul fez 24/24. A parcial seguiu equilibrada (26/26). No final, o Rio do Sul fechou em 28/26.

EQUIPES

RIO DO SUL – Carol Leite, Natiele, Aline, Camila Paracatu, Kasi e Naiara. Líbero – Tati

Entraram – Fran Stedile, Fran, Sonaly

Técnico: Pedro Castelli Filho (Moska)

SESI-SP – Giovana, Lorenne, Ju Mello, Linda, Gabriela e Paquiardi. Líbero – Laís

Entraram – Amábile, Natália, Thaís, Mayara, Nathália

Técnico: Giuliano Ribas (Juba)

Dentil/Praia Clube vence no primeiro jogo de 2017

O Dentil/Praia Clube (MG) conseguiu boa vitória na sua estreia no returno da Superliga feminina. A equipe de Uberlândia (MG) jogou em casa e venceu o Renata Valinhos/Country (SP) por 3 sets a 0, com parciais de 25/23, 25/18 e 25/13, em 1h21. A cubana Ramirez foi o grande destaque da partida, sendo eleita a melhor em quadra e também a maior pontuadora, com 15 acertos.

SUPERLIGA FEMININA 16/17

PRIMEIRA RODADA RETURNO

09.01 (SEGUNDA-FEIRA) – Rexona-Sesc (RJ) x Fluminense (RJ), às 19h30, no ginásio do Tijuca, no Rio de Janeiro (RJ)

06.01 (SEXTA-FEIRA) – Dentil/Praia Clube (MG) 3 x 0 Renata Valinhos/Country (SP), às 19h30, no ginásio do Praia, em Uberlândia (MG) (25/23, 25/18 e 25/13)

07.01 (SÁBADO) – São Cristóvão Saúde/São Caetano (SP) x Vôlei Nestlé (SP), às 20h (horário local), Arena Amadeu Teixeira, em Manaus (AM) 

09.01 (SEGUNDA-FEIRA) – Camponesa/Minas (MG) x Genter Vôlei Bauru (SP), às 20h, no Arena Minas, em Belo Horizonte (MG)

06.01 (SEXTA-FEIRA) – Rio do Sul (SC) 3 x 0 Sesi-SP, às 21h30, no Artenir Werner, em Rio do Sul (SC) (25/16, 25/22 e 28/26)

07.01 (SÁBADO) – Terracap/BRB/Brasília Vôlei (DF) x Pinheiros (SP), às 18h, no Sesi Taguatinga, em Brasília (DF)

O Banco do Brasil é o patrocinador oficial do vôlei brasileiro