Revanche de Mundial Sub-23 e vaga austríaca marcam primeiro dia em Fortaleza

classificatório

20 de fevereiro de 2019

Felipe Cavazin (esq) e Márcio Gaudie comemoram vaga à fase de grupos

(Renan Rodrigues/CBV)

Em Fortaleza (CE) – 20.02.2019

O primeiro dia de disputas da etapa Fortaleza (CE) do Circuito Brasileiro Open de vôlei de praia 18/19 definiu os últimos classificados à fase de grupos do torneio. Foram disputados 40 jogos nesta quarta-feira (20.02), na arena montada no Aterro da Praia de Iracema, com oito times avançando e completando o chaveamento da competição. Destaque para uma revanche do Mundial Sub-23 de 2013, e para a classificação de uma dupla austríaca.

A fase de grupos do torneio masculino, que conta com 16 times já garantidos pelo ranking de entradas, e os oito que avançaram no classificatório, começa nesta quinta-feira (21.02), a partir das 8h. Todas as partidas terão transmissão ao vivo pelo link www.voleidepraiatv.com.br. Também nesta quinta ocorrem as disputas do classificatório feminino. A entrada é franca e o torneio segue até domingo (24.02).

Uma das partidas que movimentou a torcida cearense foi a vitória de Márcio Gaudie e Felipe Cavazin (RJ/PR) sobre os poloneses Losiak e Kantor, na primeira rodada do classificatório. Os estrangeiros subiram ao pódio cinco vezes no Circuito Mundial 2018. A vitória por 2 sets a 1 (16/21, 21/18, 9/15) foi também uma revanche para Márcio Gaudie, que em 2013 foi vencido pelos poloneses na final do Mundial Sub-23 em 2013, quando atuou ao lado do paraibano Vitor Felipe.

“Algumas duplas até abriram mão de disputar o classificatório, pois pegariam o time da Polônia na estreia, mas não podemos escolher adversário, agradeço por ter tido a chance de enfrentarmos eles. É um time muito forte. Agradecer ao meu parceiro, que jogou muito bem. Não podemos escolher adversário, o Circuito Brasileiro é o mais fortes do mundo, vamos para dentro, buscar nos divertirmos no torneio. Eles venceram o Mundial na casa deles, agora eu os eliminei aqui na minha casa, temos que fazer um ‘tira-teima’ em campo neutro (risos). Essa derrota ficou engasgada por um tempo, foi para o Vitor Felipe também”, disse Márcio.

Além de Márcio e Felipe Cavazin (RJ/PR), também avançaram à fase de grupos os austríacos Seidl/Waller, Adelmo/Arthur (BA/MS), Léo Gomes/Ferramenta (RJ), Allyson Lima/Alysson (CE), Álvaro Andrade/Fábio (SE/CE), Pablo/Jean (MA/MS) e Rafael/Renato (PB).

O time austríaco, é comandado pelo técnico brasileiro Leonardo Lourenço e recebeu o convite da Confederação Brasileira de Voleibol (CBV) para o classificatório, comemorou a oportunidade de disputar o torneio. Eles ratificaram a vaga vencendo Márcio Araújo/Allison (CE/SC) por 2 sets a 1 (21/19, 16/21, 10/15) e Matheus Baby/Patrick (RJ/PR) por 2 sets a 0 (24/22, 21/11).

“É ótimo conseguir vencer e entrar na fase de grupos. Ficamos algumas semanas treinando no Rio de Janeiro, tentando nos acostumar ao calor. É bastante quente, acaba dificultando um pouco para nosso time. Nesta época do ano a temperatura na Áustria é abaixo de zero. Mas conseguimos encontrar nosso ritmo e jogar bem”, disse Philipp Waller.

“Eu realmente acho o nível do Circuito Brasileiro muito bom, é incrível. Está próximo das etapas três e quatro estrelas do Circuito Mundial. Existem ótimos atletas, Alison, André Stein, Evandro, Bruno Schmidt. O torneio tem campeões olímpicos, mundiais, todo mundo está aqui. Estamos felizes por avançarmos e fazer parte disso, estou ansioso para jogar contra essas grandes equipes no Brasil”, completou Robin Seidl.

Na fase de grupos, os três melhores de cada chave avançam para a segunda fase, quando a competição segue com oitavas de final, quartas de final, semifinais e disputas de medalha.

Já estavam garantidos pelo ranking de entradas no naipe masculino Evandro/Bruno Schmidt (RJ/DF), Pedro Solberg/Vitor Felipe (RJ/PB), Guto/Saymon (RJ/MS), Alison/André Stein (ES), Álvaro Filho/Ricardo (PB/BA), Thiago/George (SC/PB), Eduardo Davi/Adrielson (PR), Hevaldo/Arthur Lanci (CE/PR), Léo Vieira/Jô (DF/PB), Averaldo/Bruno de Paula (TO/AM), Oscar/Luciano (RJ/ES), Harley/Jeremy  (DF/EUA), Moisés/Vinícius (BA/ES), Anderson Melo/Jefferson (RJ/CE), Fernandão/Ramon Gomes (ES/RJ) e Luccas Lima/Bernardo Lima (SP/CE).

O Circuito Brasileiro 18/19 conta com sete etapas, começando em setembro de 2018 e seguindo até abril deste ano. Na primeira etapa da temporada, disputada em Palmas (TO), Hevaldo/Arthur Lanci (CE/PR) e Ana Patrícia/Rebecca (MG/CE) ficaram com a medalha de ouro. Já na segunda parada, disputada no mês de outubro, em Vila Velha (ES), títulos para Guto/Saymon (RJ/MS) e Fernanda Berti/Bárbara Seixas (RJ).

Em Campo Grande (MS), em novembro do ano passado, ouro de Pedro Solberg/Bruno Schmidt (RJ/DF) e Ágatha/Duda (PR/SE). Já em janeiro deste ano, na retomada do tour em São Luís (MA), títulos para Ricardo/Álvaro Filho (BA/PB) e Ana Patrícia/Rebecca (MG/CE). Ainda serão disputadas etapas em Natal (RN), em março, e João Pessoa (PB), em abril.

Além das duplas campeãs de cada etapa, também existem os campeões gerais da temporada, somando a pontuação obtida nos sete eventos. A competição distribui R$ 45 mil às duplas campeãs dos dois naipes, e todos os times na fase de grupos são premiados. Ao todo, são distribuídos quase R$ 500 mil por etapa.

VEJA TODOS OS RESULTADOS DO DIA
http://www.aplicativoscbv.com.br/circuitobb/tabopen/tabelatodas.asp?site=40&sexo=m

O Banco do Brasil é o patrocinador oficial do voleibol brasileiro