Pinheiros vende caro e perde apenas no tie-break para o Osasco São Cristóvão Saúde

Parciais de 25-19; 19-25; 25-18; 19-25; 3-15

7 de fevereiro de 2024

Jogo foi decidido em cinco sets.

(Wagner Carmo/ECP)

O Pinheiros fez um grande jogo e dificultou muito na vitória do Osasco São Cristóvão Saúde na noite desta terça-feira, dia 6, por 3 sets a 2, parciais de 25-19; 19-25; 25-18; 19-25 e 3-15. Com o resultado, a equipe soma mais um ponto na tabela e mantém a nona colocação com 14 pontos. 

A equipe Azul e Preta conduziu bem a vitória no primeiro set. No segundo, buscou uma reação, mas não foi o suficiente. No terceiro, se impôs e venceu sem sustos. No quarto, o Osasco abriu na metade do set e administrou até o fim. E, no quinto e último set, o Pinheiros não iniciou bem e com vantagem conquistada no início do set, o Osasco conseguiu conduzir para a vitória.    

Um dos destaques na partida, a levantadora Amanda Sehn, fez uma análise ao final do jogo. “Ficamos felizes pela evolução da equipe, mas chateada porque a vitória esteve tão próxima. Sabíamos da importância de pelo menos pontuar, queríamos três pontos, porque vimos que era possível e que no próximo jogo possamos pontuar e que a vitória também venha”, comentou a jogadora Pinheirense. 

Agora o Pinheiros agora viaja a Minas Gerais, para enfrentar o Gerdau Minas, no próximo sábado, dia 10, às 18h30, na Arena UniBH. 

1 Set – O Pinheiros iniciou bem a partida, abrindo quatro pontos de vantagem 16-12, o que obrigou o técnico do Osasco São Cristóvão Saúde, Luizomar de Moura, a pedir o primeiro tempo técnico. No retorno, o Pinheiros manteve o domínio das ações e ampliou a vantagem, 21-16, e fechou o set em 25-19. Destaque para as boas distribuições das jogadas feita pela levantadora pinheirense Amanda Sehn e recepção de toda a equipe.     

2 Set – Atrás no placar geral, o Osasco São Cristóvão Saúde iniciou bem o segundo set e converteu algumas bolas na quadra Pinheirense, o que fez com que a equipe visitante abrisse vantagem de 6-10. O Pinheiros reagiu depois da parada do técnico Pinheirense Duda Nunes, diminuiu para 13-14. Mas, novamente o Osasco tomou a dianteira no placar, 13-17 e administrou até fechar o placar em 19-25.  

3 Set – O Pinheiros começou bem o terceiro set. Conduzindo as ações, a equipe azul e preta abriu vantagem na metade do set, 17-12. Administrou na sequência, 21-16 e fechou o set em 25-18.

4 Set – O quarto set começou quente: Após estar perdendo por 2-5 o Pinheiros reagiu e virou para 7-5. Depois o jogo se manteve equilibrado, com troca de pontos até a disputa do décimo primeiro ponto, quando o Osasco São Cristóvão Saúde abriu 12-18 e conduziu para fechar o set em 19-25. 

Tie Break –  O Osasco iniciou abrindo 0-3, o que obrigou o técnico Pinheirense, Duda Nunes, a pedir tempo técnico. Na volta, o cenário se manteve o mesmo com o Osasco São Cristóvão Saúde abrindo para 0-6 e mais um pedido técnico na equipe Azul e Preta. O Osasco fez mais dois pontos, até a troca de lado de quadra, 0-8. O primeiro ponto pinheirense foi feito pela central Mara Leão.  O Osasco então administrou até vencer por 3-15.

Renan Dantas – Assessor de Imprensa

Tel: +55 11 3598-9973 – +55 11 98937-2845

Email: renan.sousa@ecp.org.br