Perguntas Frequentes

perguntas frequentes

A Riachuelo/BodyWork iniciou as vendas do material esportivo através das lojas físicas e online, de acordo com a disponibilidade de estoque.

Para quem pretende acompanhar os eventos de vôlei de praia nas arenas, seguem as opções:
Na arquibancada, o cadastro prévio, no link abaixo, junto ao CBVP visa simplificar e agilizar o processo de entrada, no entanto, os lugares são preenchidos por ordem de chegada. Além disso, é importante observar que a entrada está sujeita à disponibilidade da arena, conforme explicitado no voucher.
Link

Para os que desejam ter acesso à Área VIP, os ingressos são distribuídos aos parceiros comerciais/institucionais, não estando disponíveis para venda ao público em geral. É importante ressaltar que a CBV – Confederação Brasileira de Voleibol não interfere na lista de convidados do patrocinador.
Para aqueles que buscam uma experiência ainda mais exclusiva, a Experiência Pé na Areia (VVIP), o procedimento para adquirir ingressos pode ser encontrado no seguinte Link

Os ingressos são disponibilizados nos sites de vendas de ingressos escolhidos pelo clube mandante do jogo.

As transmissões são realizadas através do Canal Vôlei Brasil no site “http://canalvoleibrasil.cbv.com.br ”. Para maiores informações acesse nossas redes sociais

Os registros de atletas na CBV são realizados por meio do sistema de registros CBVôlei. As 27 federações estaduais possuem acesso à ferramenta e encaminham à CBV, através do sistema, os pedidos de registros de seus respectivos clubes/associações no caso da modalidade voleibol de quadra ou diretamente dos atletas quando se referirem à modalidade vôlei de praia. Cada solicitação de registro virá acompanhada da documentação obrigatória, de acordo com os normativos de registro da CBV. O atleta, ao ser registrado, receberá uma numeração de registro e terá seu nome publicado na nota oficial da CBV pela entidade/federação requerente. Somente após a publicação em nota oficial estará elegível para participar das competições oficiais promovidas pela Confederação e federações estaduais filiadas.

O Bolsa Atleta é o programa do Ministério do Esporte que patrocina individualmente os atletas e para-atletas do alto rendimento em competições nacionais e internacionais da sua modalidade.

Os pré-requisitos: ter idade mínima de 14 anos e ter participado de competição no ano imediatamente anterior àquele em que está pleiteando a bolsa, tendo obtido até a terceira colocação. As competições esportivas elegíveis para a candidatura são aquelas previamente indicadas pela ENAD e todas as informações pertinentes podem ser encontradas no portal do Bolsa Atleta na página do Ministério do Esporte: .

Os critérios e eventos indicados podem variar de ano para ano. As categorias em que a CBV faz a indicação são: Atleta Base, Nacional e Internacional.

A transferência Internacional é operada da através da plataforma eletrônica da FIVB, o VIS Webmanager. Os regulamentos vigentes da FIVB determinam que um atleta, para atuar por clubes e competições nacionais (ou regionais) fora da sua federação nacional origem, deverá estar amparado pelo Certificado de Transferência Internacional (International Transfer Certificate – ITC). Para que esteja elegível dentro da plataforma da FIVB, o atleta deverá entrar em contato com a federação nacional de origem e solicitar o cadastro, munido dos seguintes documentos (passaporte válido, fotografia de rosto inteiro e endereço de e-mail). Após a confirmação do cadastro, o atleta receberá os códigos para acesso e numeração de cadastro. Através da numeração, o clube estrangeiro poderá iniciar o processo de transferência na plataforma e poderá entrar em contato com a federação nacional de origem (CBV ) para tratar das condições da transferência.

Perguntas Frequentes

perguntas frequentes

Se a partida for pela Superliga, o torcedor deverá procurar pelo clube sede da partida. Sempre o time da casa será o responsável pela venda de ingressos. Em campeonatos como Supercopa e Copa Brasil, a CBV faz a divulgação próximo a data dos jogos com o nome da empresa responsável. Em caso de jogos das seleções brasileiras, a venda acontece, em sua maioria, pela empresa Tudus (www.tudus.com.br). Jogos pelas competições nacionais de vôlei de praia não são cobrados ingressos.

A Superliga masculina e feminina 2018/2019 tem parceria com os canais SporTV, com a TV Gazeta e com as ferramentas via web GloboEsporte.com e TV Canal Vôlei Brasil. Todos transmitem partidas de voleibol dos 24 clubes participantes do campeonato. Nestes casos, ou nos jogos das seleções brasileiras, a CBV divulgar em seu site e redes sociais todas as transmissões programadas. Os campeonatos de vôlei de praia contam com transmissão do facebook da CBV e as finais são exibidas pelo SporTV.

Não há um valor fixo. Os preços alternam dependendo do jogo, do campeonato, do local. Assim como as outras informações de data, local e hora, os valores também estarão especificados na divulgação feita pelo site da empresa que comercializa a venda de ingressos e da CBV.

As tabelas das competições, seja de clubes, de seleções ou vôlei de praia, contam no site da CBV para consulta do torcedor.

A CBV não tem material disponível para doações. É indicado procurar pelas federações estaduais.

Se você tem entre 12 e 18 anos, a CBV indica que procure pelo Programa de Recrutamento realizado pela entidade através do link http://2018.cbv.com.br/recrutamento. Neste programa, o atleta pode enviar o seu vídeo, que será analisado pela comissão técnica que atende a sua categoria correspondente. Se você tem mais de 18 anos, a sugestão é procurar pela federação do seu estado.