Osasco-Audax vence Sesi Vôlei Bauru na reedição da final do Paulista

Em casa

20 de novembro de 2018

Leyva no ataque contra o Sesi Vôlei Bauru

(João Pires/Fotojump)

Na reedição da final do Campeonato Paulista, melhor para o Osasco-Audax (SP). Nesta terça-feira (20.11), o time do treinador Luizomar de Moura venceu o Sesi Vôlei Bauru (SP) por 3 sets a 1 (25/23, 25/27, 25/20 e 25/14), no ginásio José Liberatti, em Osasco (SP). A ponteira peruana Angela Leyva se destacou, foi a mais votada no site da Confederação Brasileira de Voleibol (CBV) e ficou com o Troféu VivaVôlei. A partida foi válida pela segunda rodada do turno da Superliga Cimed feminina de vôlei 18/19.

Ao final do confronto, a ponteira peruana Angela Leyva comentou sobre a vitória e ressaltou o bom desempenho de todo o time de Osasco. A atacante ainda foi a maior pontuadora da partida, com 22 acertos. “Sabíamos que seria uma partida complicada e o mais importante no jogo de hoje foi a nossa concentração. Fomos para cima e atacamos em todas as bolas”, disse Leyva.

Pelo lado do Sesi Vôlei Bauru, a oposta Tifanny lamentou a derrota e pediu para o grupo pensar na sequência da competição.

“O Osasco está de parabéns porque elas jogaram bem melhor do que o nosso grupo. Sabemos que podemos jogar melhor do que isso e esse não é o nosso voleibol. Elas foram melhores e temos que trabalhar e evoluir porque a Superliga Cimed é uma competição longa”, explicou Tifanny.

As duas equipes voltarão à quadra na próxima sexta-feira (23.11). O Osasco-Audax mediará forças com o Pinheiros (SP), às 19h30, no José Liberatti, em Osasco (SP). Já o Sesi Vôlei Bauru (SP) duelará com o Minas Tênis Clube (MG), às 21h30, no Panela de Pressão, em Bauru (SP). As partidas terão transmissão ao vivo, respectivamente do Globoesprote.com e do SporTV 2.

Outras partidas

O Sesc RJ jogou em casa e conseguiu a segunda vitória na Superliga Cimed feminina de vôlei 18/19. O time do treinador Bernardinho levou a melhor sobre o BRB/Brasília Vôlei (DF) por 3 sets a 2 (25/22, 25/16, 26/28, 23/25 e 15/10), no ginásio do Tijuca, no Rio de Janeiro (RJ). A ponteira dominicana Peña se destacou e levou o Troféu VivaVôlei para casa.

O Minas Tênis Clube (MG) contou com o apoio da torcida para conseguir a segunda vitória na competição. O time de Belo Horizonte passou pelo São Cristóvão Saúde/São Caetano (SP) por 3 sets a 0 (25/14, 25/17 e 25/13), na Arena Minas. A oposta Bruna foi a maior pontuadora do confronto, com 16 acertos. A levantadora Macris teve uma atuação destacada e ficou com o Troféu VivaVôlei.

O Hinode Barueri (SP) alcançou de virada a primeira vitória na Superliga Cimed feminina de vôlei 18/19. A equipe de Barueri jogou em casa e passou pelo Pinheiros (SP) por 3 sets a 1 (19/25, 25/20, 25/23 e 25/17), no José Correa, em Barueri (SP). A oposta Skowronska brilhou, marcou 28 pontos e ficou com o Troféu VivaVôlei.

Atual campeão, o Dentil/Praia Clube (MG) teve trabalho, mas venceu de virada diante da sua torcida. O time do treinador Paulo Coco superou o Curitiba Vôlei (PR) por 3 sets a 2 (18/25, 23/25, 25/19, 25/17 e 15/7), no ginásio do Praia, em Uberlândia (MG). A oposta Fawcett marcou 22 pontos e ficou com o Troféu VivaVôlei. Apesar da derrota, o time paranaense teve a maior pontuadora da partida, a atacante Sabrina, com 27 acertos.

O Fluminense jogou no Rio de Janeiro e conseguiu a primeira vitória na Superliga Cimed 18/19. O time carioca venceu o Vôlei Balneário Camboriú (SC) por 3 sets a 1 (25/11, 13/25, 25/10 e 25/19), no Hebraica, no Rio de Janeiro (RJ). A ponteira Pri Daroit foi a maior pontuadora do confronto, com 19 acertos, e a líbero Sassá levou o Troféu VivaVôlei para casa.

O JOGO

O Osasco-Audax começou melhor no bloqueio e fez 7/4. Com um ponto de saque da oposta Diouf, a equipe de Bauru encostou no marcador (7/6). O time de Osasco voltou a sacar com eficiência e fez três pontos seguidos (10/6). Numa largada da oposta Hooker, a equipe de Osasco manteve a vantagem (15/11). Quando as donas da casa fizeram 19/13, o treinador Anderson pediu tempo. O Osasco-Audax segurou uma reação do Sesi Vôlei Bauru e levou a melhor no primeiro set por 25/23.

O segundo set começou equilibrado. Com um ponto de bloqueio da central Walewska, o time de Osasco abriu dois pontos (8/6). O Sesi-SP cresceu de produção e deixou tudo igual na parcial (11/11). O set ficou disputado ponto a ponto. Com um ponto de ataque da oposta Diouf, o Sesi Vôlei Bauru fez 15/14. As donas da casa fizeram três pontos seguidos e abriram dois pontos (17/15). O Sesi Vôlei Bauru voltou a bloquear com eficiência e empatou a parcial (22/22). Numa bola de segunda da levantadora Fabíola, o Sesi Vôlei Bauru venceu o segundo set por 27/25.

O terceiro set também teve o início marcado pelo equilíbrio. Com um ataque da ponteira Mari Paraíba, o Osasco-Audax abriu dois pontos (12/10). Numa boa sequência de saques da central Walewska, a equipe de Osasco manteve a vantagem no marcador (16/14). E foi com um ace da oposta Hooker que a diferença no marcador subiu para três pontos (19/16). Bem no saque e nos contra-ataques, o Osasco-Audax venceu o terceiro set por 25/20  com um ataque da oposta Hooker.

O Osasco-Audax começou melhor o quarto set e fez 5/2. O time de Osasco seguiu sem dar chances para o Sesi Vôlei Bauru e abriu seis pontos (16/10). Com Maria Paraíba bem no ataque, a diferença no marcador subiu para oito pontos (20/12). O time do treinador Luizomar de Moura dominou a parcial até o final e venceu o quarto set por 25/14 e o jogo por 3 sets a 1.

EQUIPES:

Osasco-Audax – Claudinha, Hooker, Mari Paraíba, Ângela Leyva, Walewska e Natasha. Líbero – Camila Brait 
Entraram – Carol Albuquerque, Lorene, Nati Martins, Vivi
Técnico – Luizomar de Moura

Sesi Vôlei Bauru – Fabíola, Diouf, Vanessa, Palácio, Valquíria e Saraelen. Líbero – Tássia 
Entraram – Naiane, Tifanny, Arlene, Edinara, Gabi Cândido, Andressa, Julia  
Técnico – Anderson

SUPERLIGA CIMED FEMININA 18/19

Segunda rodada do turno

20.11 (TERÇA-FEIRA) – Sesc RJ 3 x 2 BRB/Brasília Vôlei (DF), às 19h30, no ginásio do Tijuca, no Rio de Janeiro (RJ) (25/22, 25/16, 26/28, 23/25 e 15/10)

20.11 (TERÇA-FEIRA) – Dentil/Praia Clube (MG) 3 x 2 Curitiba Vôlei (PR), às 19h30, no Praia Clube, em Uberlândia (MG) (18/25, 23/25, 25/19, 25/17 e 15/7)

20.11 (TERÇA-FEIRA) – Hinode Barueri (SP) 3 x 1 Pinheiros (SP), às 19h30, no José Correa, em Barueri (SP) – Canal Vôlei Brasil (19/25, 25/20, 25/23 e 25/17)

20.11 (TERÇA-FEIRA) – Fluminense (RJ) 3 x 1 Balneário Camboriú, às 20h, no Hebraica, no Rio de Janeiro (RJ) (25/11, 13/25, 25/20 e 25/19)

20.11 (TERÇA-FEIRA) – Osasco-Audax (SP) 3 x 1 Sesi Vôlei Bauru (SP), às 20h, no José Liberatti, em Osasco (SP) – SporTV 2 (25/23, 25/27, 25/20 e 25/14)

20.11 (TERÇA-FEIRA) – Minas Tênis Clube (MG) 3 x 0 São Cristóvão Saúde/São Caetano (SP), às 20h, na Arena Minas, em Belo Horizonte (MG) (25/14, 25/17 e 25/13)

Melhores momentos Hinode Barueri (SP) x Pinheiros (SP): 

O Banco do Brasil é o patrocinador oficial do voleibol brasileiro