Oitavas de final do feminino são conhecidas em Natal com potiguar

afunilando

22 de março de 2019

Juliana orienta a parceira Andressa durante etapa de Natal

(Wander Roberto/Inovafoto/CBV)

Da redação, em Natal (RN) – 22.03.2019

O torneio feminino da etapa Natal (RN) do Circuito Brasileiro Open de vôlei de praia conheceu nesta sexta-feira (22.03) as duplas que avançaram às oitavas de final. O torneio tem entrada franca na arena montada no Forte dos Reis Magos. Além de oitavas de final, também ocorrem as quartas e semifinais do feminino neste sábado (23.03). As disputas de medalha ficam reservadas para o domingo (24.03), com transmissão ao vivo no SporTV.

As oitavas de final começam a partir das 8h e terão transmissão ao vivo pelo site voleidepraiatv.cbv.com.br e pelo Facebook da Confederação Brasileira de Voleibol (CBV).

 Dos 16 times que avançaram à próxima fase (veja todos os confrontos abaixo), seis terminaram  a fase de grupos invictos, com duas vitórias. São eles Ágatha/Duda (PR/SE), Fernanda Berti/Bárbara Seixas (RJ), Carol Solberg/Maria Elisa (RJ), Carolina Horta/Ângela (CE/DF), Ana Patrícia/Rebecca (MG/CE) e Juliana/Andressa (CE/PB).

A medalhista olímpica Juliana, que morou por vários anos em Natal (RN), comentou sobre a alegria de jogar na cidade onde descobriu o esporte e destacou o bom início no torneio.

“Morei dos oito aos 18 anos em Natal e foi onde eu vivi a melhor fase da minha vida, entre a infância e a adolescência. Meus melhores amigos estão aqui. Minha vizinha de 22 anos nunca tinha vindo assistir aos meus jogos e parece que gostou da experiência. Chamo as pessoas pelo nome na arquibancada. São meus amigos de muitos anos. É uma cidade muito especial na qual eu fui apresentada ao voleibol. Tenho um amor grande e um carinho enorme por Natal. Guardo boas lembranças daqui. Jogo para me divertir e ser feliz. Hoje foram duas vitórias e ver o sorriso da minha mãe não tem preço. Poder curtir isso com ela me deixa muito feliz”.

Quem também comentou sobre as duas vitórias seguidas foi Duda. Estar de volta a Natal, onde conquistou ao lado da sua parceira, Ágatha, a etapa do Circuito Brasileiro 2017/2018 deixa a sergipana satisfeita. “Estou muito feliz em voltar aqui. Sempre nos lembramos das energias boas e das emoções que já vivemos em outras oportunidades. A torcida daqui é muito forte, todos acompanham e é como se tivesse mais alguém com a gente dentro de casa. Gosto muito de jogar no Nordeste, me sinto em casa e tem um gostinho a mais”, disse Duda.

A jogadora ainda falou sobre as condições climáticas de Natal e as elevadas temperaturas. “Aqui sempre venta, então, quando vamos jogar em uma cidade onde sabemos que acontece isso, chegamos ainda mais preparadas. Vento e sol sempre estão presentes no nosso esporte. Buscamos uma concentração a mais e trabalhamos bem a cabeça. Assim fica mais fácil lidar com isso”, complementou Duda.

A disputa pelo título geral segue quente. O tour nacional é composto por sete etapas e são contabilizados os seis melhores resultados conquistados pelas duplas (possibilidade de um descarte). No naipe feminino, Fernanda e Bárbara Seixas (RJ) somam 1.600 pontos, mas com os descartes, possuem 1.360 pontos, mesmo número de Ágatha/Duda (PR/SE). Carol Solberg e Maria Elisa (RJ), campeãs da edição 17/18, aparecem logo em seguida, com 1.320 pontos.

Dos 24 times que começaram a etapa nesta sexta-feira, oito foram eliminados após duas derrotas seguidas. São eles Naiana/Diana (CE/RJ), Verena/Cris (CE/SP), Geissy/Rebeca (MA/PB), Eunyce/Solange (AL/DF), Izabel/Thati (PA/PB), Talita/Hegê (CE), Thais/Teresa (RJ/CE) e Luiza Amélia/Victoria (CE).

O Circuito Brasileiro 18/19 conta com sete etapas, começando em setembro de 2018 e seguindo até abril deste ano. Na primeira etapa da temporada, disputada em Palmas (TO), Hevaldo/Arthur Lanci (CE/PR) e Ana Patrícia/Rebecca (MG/CE) ficaram com a medalha de ouro. Já na segunda parada, disputada no mês de outubro, em Vila Velha (ES), títulos para Guto/Saymon (RJ/MS) e Fernanda Berti/Bárbara Seixas (RJ).

Em Campo Grande (MS), em novembro do ano passado, ouro de Pedro Solberg/Bruno Schmidt (RJ/DF) e Ágatha/Duda (PR/SE). Já em janeiro deste ano, na retomada do tour em São Luís (MA), títulos para Ricardo/Álvaro Filho (BA/PB) e Ana Patrícia/Rebecca (MG/CE), e em Fortaleza (CE), ouro para Evandro/Bruno Schmidt (RJ/DF) e Carol Solberg/Maria Elisa (RJ).

Além das duplas campeãs de cada etapa, também existem os campeões gerais da temporada, somando a pontuação obtida nos sete eventos. A competição distribui R$ 45 mil às duplas campeãs dos dois naipes, e todos os times na fase de grupos são premiados. Ao todo, são distribuídos quase R$ 500 mil por etapa.

OITAVAS DE FINAL – TORNEIO FEMININO
Carol Solberg/Maria Elisa (RJ) x Rosimeire/Carol Ferraris (AL/RJ)
Taiana/Talita (CE/AL) x Vivian/Vitória (PA/RJ)
Ana Patrícia/Rebecca (MG/CE) x Summer Ross/Sara Hughes (EUA)
Carol Horta/Ângela (CE/DF) x Val/Érica Freitas (RJ/MG)
Fernanda/Bárbara Seixas (RJ) x Jéssica/Rafaela (PA)
Juliana/Andressa (CE/PB) x Neide/Josi (AL/SC)
Tainá/Victoria (SE/MS) x Aline/Juliana Simões (SC/PR)
Ágatha/Duda (PR/SE) x Fabrine/Pity (BA)

VEJA A GALERIA DE FOTOS DO DIA
http://2018.cbv.com.br/galeria/2135/natal-rn—22.03.2019—circuito-brasileiro-open-feminino

VEJA OS RESULTADOS DO DIA
http://www.aplicativoscbv.com.br/circuitobb/tabopen/tabelatodas.asp?site=39&sexo=F

O Banco do Brasil é o patrocinador oficial do voleibol brasileiro