Quatro duplas brasileiras disputam a etapa de Doha do Circuito Mundial de vôlei de praia

04 DE MAIO

Quatro duplas brasileiras disputam a etapa de Doha do Circuito Mundial de vôlei de praia
Álvaro Filho e Evandro estão entre as duplas que representam o Brasil em Doha (Créditos: Wander Roberto/Inovafoto/CBV)

Depois de dois torneios no México e um no Brasil, a temporada 2022 do Circuito Mundial deixa as Américas e viaja até o Catar. A partir desta quinta-feira (05.05) acontece a etapa Challenge de Doha, com quatro duplas brasileiras: Bárbara Seixas/Carol Solberg, Tainá/Vic Lopes, Vitor Felipe/Renato e Evandro/Álvaro Filho, que estreiam sexta-feira (06.05), na fase de grupos do torneio principal.

Além de brigar por medalhas, as duplas brasileiras entram no Challenge de Doha de olho na pontuação da competição. Afinal, o ranking de entradas da Federação Internacional do dia 23 define os participantes do Campeonato Mundial de Roma, principal competição de vôlei de praia da temporada, que acontece de 10 a 19 de junho. Cada país classifica até quatro duplas de cada gênero que estiverem entre as 24 primeiras do ranking.

“Eu e Álvaro tivemos um período muito bom de treinamento na Itália, junto com o Ricardo. Estamos muito focados no que podemos fazer para evoluir como time. Chegamos em boas condições, com muita vontade de fazer uma boa competição e trazer um resultado bacana para o Brasil”, diz Evandro.

Na atual temporada do Circuito Mundial, o Brasil já conquistou cinco medalhas: um ouro (Bárbara Seixas/Carol Solberg) e um bronze (Elize Maia/Thâmela) no Challenge de Tlaxcala (MEX); um bronze na etapa Elite de Rosarito (MEX); e um ouro (George/André Stein) e um bronze (Andressa/Vitória) no Challenge brasileiro, em Itapema (SC).

“Estamos animadas, buscando colocar em prática as lições que aprendemos ao longo de nossa parceria. Nosso time vem amadurecendo bastante e estamos determinadas em melhorar cada vez mais”, diz Bárbara Seixas.

Este ano, o Circuito Mundial adotou novo formato, dividido em etapas Elite 16, Challenge e Future. As disputas Elite reúnem os 12 primeiros colocados do ranking e quatro duplas vindas do qualifying com 16 equipes. Importantes para somar pontos no ranking e entrar na briga por um lugar no Elite, os Challenges – como o de Doha - têm 24 duplas no torneio principal, oito vindas do qualifying com 32 duplas. O Future, voltado para o desenvolvimento do esporte e dos atletas, terá 16 equipes na chave principal e 16 no qualifying.

O Banco do Brasil é o patrocinador oficial do voleibol brasileiro


Aplicativo CBV.
Baixe agora!

Baixe agora o Aplicativo Vôlei Brasil, faça seu cadastro e receba todas as novidades das competições, alertas dos seus jogos favoritos, além de assistir a vídeos ao vivo.

Baixe na Apple Store Baixe na Google Play
Banco do Brasil

PATROCINADOR OFICIAL

Parceiros Oficiais