Em Brasília, primeira etapa do Circuito Brasileiro sub-19 tem atuais campeões e estreantes no topo do pódio

03 DE MAIO

Em Brasília, primeira etapa do Circuito Brasileiro sub-19 tem atuais campeões e estreantes no topo do pódio
Pódio dos dois naipes na primeira etapa do Circuito Brasileiro sub-19 (Créditos: Nadine Oliver/Inovafoto/CBV)


Uma novidade e uma cena que já está virando rotina encerraram a primeira etapa do Circuito Brasileiro de vôlei de praia sub-19, nesta terça-feira, em Brasília. Atuais campeões brasileiros da categoria, Lucas Elbert e João Pedro Ávila, do Rio de Janeiro, iniciaram a temporada 2022 subindo mais uma vez no lugar mais alto do pódio. No torneio feminino, Clara e Raissa, da Paraíba, conquistaram a primeira medalha de ouro delas.

Veja a galeria de fotos

Confira os resultados

Esta foi a terceira etapa seguida do sub-19 conquistada por Lucas, de 18 anos, e João Pedro, de 16. A dupla, que também foi campeã brasileira sub-17 na temporada 20/21, não perdeu nenhum set durante a competição em Brasília e venceu Marcos e Flavio, do Ceará, na final por 2 a 0 (21/13 e 21/16). A medalha de bronze foi para Gustavo e Vinicius, do Paraná.

“A gente sempre quer mais. Para evoluir, tem que sempre querer mais. Das três etapas que a gente ganhou, essa foi a que a gente jogou melhor. Apresentou um jogo mais aperfeiçoado, consistente, então a gente está muito feliz, não só com o título, mas com a melhora do time”, disse JP.

Lucas, medalhista de prata na segunda etapa do Circuito Sul-Americano no início de abril, jogando ao lado de Dudu, destacou a importância da competição em sua evolução: “O Sul-Americano é uma competição internacional, de um nível alto, então essa participação no Sul-Americano me deu mais experiência e me preparou ainda mais para conseguir alcançar esse título. A sensação é de dever cumprido, mas agora a gente tem que trabalhar mais ainda, porque mais difícil do que chegar no topo é se manter”. 

Depois de duas medalhas de prata no ano passado, uma no Circuito Brasileiro sub-19 e outra no sub-17, Clara e Raissa subiram mais um degrau no pódio. Com 17 e 16 anos, respectivamente, elas venceram Cassiane e Julia, do Rio Grande do Sul, na final: 2 sets a 1, parciais de 15/21, 21/15 e 15/13. Larissa e Nammany, do Rio Grande do Norte, ficaram com o bronze.

“A gente vinha batendo na trave, ficou em segundo duas vezes, e hoje foi na superação. Tive cãibras desde a semifinal e consegui jogar graças a minha parceira, então a gente está muito feliz por conquistar esse título”, afirmou Clara.

“É tudo fruto de um longo trabalho que a gente vem fazendo. Agora na final, elas ganharam o primeiro set, mas a gente veio com tudo no segundo. Depois, no tie-break, no final foi aquele momento tenso, faltava um para fechar, mas conseguimos aproveitar a vantagem que a gente tinha”, completou Raissa.

O Circuito Brasileiro de Vôlei de Praia Sub-19 é um campeonato de seleções estaduais, com duplas representando a mesma federação. Cada estado indica suas delegações nos dois gêneros em busca do título, podendo alterar os times durante a temporada. Se mais de uma dupla do estado disputa a etapa, aquela que fica mais bem colocada é a que pontua para o ranking geral da competição.

O Banco do Brasil é o patrocinador oficial do voleibol brasileiro 


Aplicativo CBV.
Baixe agora!

Baixe agora o Aplicativo Vôlei Brasil, faça seu cadastro e receba todas as novidades das competições, alertas dos seus jogos favoritos, além de assistir a vídeos ao vivo.

Baixe na Apple Store Baixe na Google Play
Banco do Brasil

PATROCINADOR OFICIAL

Parceiros Oficiais