Convidadas e abusadas: Elize Maia e Thâmela garantem vagas nas quartas da etapa brasileira

12 DE NOVEMBRO

Convidadas e abusadas: Elize Maia e Thâmela garantem vagas nas quartas da etapa brasileira
Thâmela e Elize Maia venceram dinamarquesas, francesas e japonesas (Créditos: William Lucas/Inovafoto/CBV)

De um lado, a experiência de Elize Maia, com 37 anos. Do outro, a juventude de Thâmela, de 21. Campeãs da segunda etapa do Circuito Brasileiro Open de vôlei de praia 2021, no início de outubro, elas receberam um convite da CBV para disputar a chave principal da etapa brasileira do Circuito Mundial, que acontece em Itapema (SC). E não estão dando moleza para as adversárias internacionais. Nesta sexta-feira (12.11), o time capixaba superou as dinamarquesas Clara Windeleff e Sofia Bisgaard por 2 sets a 0 (21/13 e 21/17) e garantiu classificação às quartas de final da competição. Antes, a dupla tinha vencido seus dois jogos na fase de grupos, contra dupla do Japão e da França, garantindo vaga direta nas oitavas de final.

Esta é apenas a terceira participação da dupla em eventos do Circuito Mundial, a primeira em um evento de nível quatro estrelas. 

“Estou jogando os primeiros eventos de Circuito Mundial na minha carreira e estou muito feliz. Estou curtindo e aproveitando tudo o que posso absorver. Nossa equipe vem de uma sequência boa. Tento tirar lições de cada situação. Os resultados que conquistamos são frutos do trabalho, uma consequência do que estamos fazendo”, diz a jovem Thâmela. 

Mais experiente, Elize Maia ainda celebrou o retorno do público aos eventos do vôlei de praia. 

“A gente ficou feliz em receber o convite da CBV. Rodar mais o Circuito Mundial no ano que vem é um dos nossos grandes objetivos. Portanto, participar da etapa brasileira, ainda mais a que marca o retorno da torcida, nos traz mais energia, é muito positivo. Essa experiência ajuda muito em nosso crescimento como equipe. Tivemos até agora três vitórias em três jogos, e estamos aprendendo muito. Aproveitamos cada jogo para ajustar o que estamos treinando”, contou Elize.  

Neste sábado (13.11) a dupla disputa uma vaga na semifinal em um confronto brasileiro contra Taiana/Hegê (CE), às 10h (hora de Brasília). 

Com menos de três meses juntas Rebecca e Talita jogam primeiro torneio internacional 

Experientes e com títulos importantes nas carreiras com outras parceiras, Rebecca e Talita (CE/AL) juntaram forças no início de setembro de 2021. Logo no primeiro torneio, com menos de 15 dias de parceria, ficaram com o primeiro lugar na etapa de abertura do Circuito Brasileiro. Agora, na estreia internacional, tentam repetir a façanha. Metade do caminho já foi percorrido: elas venceram as três partidas que disputaram e estão nas quartas de final. 

“Não estamos pensando muito em resultados, ainda estamos buscando nos entrosar mais, entender o modo de jogo de cada uma. Essa paciência tem nos ajudado a vencer os jogos. Entender o momento da outra, saber a hora de falar. Eu jogava com uma bloqueadora mais alta, a Talita jogava com uma defensora que corre, cai e pula. Estamos nos adaptando. Estou bem feliz com nossa evolução”, contou Rebecca. 

Nesta sexta-feira, Rebecca e Talita venceram Ishii e Mizoe, do Japão, por 2 sets a 0 (22/20 e 21/13). 

“Estamos em um processo de evolução. Estamos com uma logística diferente, eu no Rio e a Rebecca em Fortaleza, ainda não temos uma convivência mais frequente, estamos no início. Este é o nosso primeiro torneio como dupla no Circuito Mundial, estamos nos encontrando como time, mas as nossas experiências ajudam bastante. Estamos felizes, em um caminho bom”, explicou Talita.  

A competição em Itapema continua neste sábado com as disputas de quartas de final e semifinais em ambos os gêneros. O torneio, que é uma parceria entre a CBV e a Prefeitura de Itapema, acontece na altura da rua 307, em Meia Praia, e conta com a presença de público na arquibancada, limitada por decreto municipal, a 70% da capacidade. O acesso é gratuito, mas os torcedores precisam apresentar carteira de vacinação comprovando esquema vacinal completo ou laudo negativo de exame PCR de até 72 horas ou de teste antígeno de até 48 horas antes do evento.  

GALERIA DE FOTOS 

RESULTADOS DOS JOGOS 

O Banco do Brasil é o patrocinador oficial do voleibol brasileiro 


Aplicativo CBV.
Baixe agora!

Baixe agora o Aplicativo Vôlei Brasil, faça seu cadastro e receba todas as novidades das competições, alertas dos seus jogos favoritos, além de assistir a vídeos ao vivo.

Baixe na Apple Store Baixe na Google Play
Banco do Brasil

PATROCINADOR OFICIAL

Parceiros Oficiais