A CBV lamenta o falecimento do presidente da Confederação Sul-Americana de Voleibol (CSV), Rafael Lloreda Currea.

Suelle supera lesão no ombro e volta ao voleibol brasileiro

30/09/2020

Suelle supera lesão no ombro e volta ao voleibol brasileiro
Suelle é um dos reforços do Sesi Vôlei Bauru para essa temporada (Créditos: Marcelo Ferrazoli/SESI)

Aos 33 anos, a ponteira Suelle está motivada e pronta para começar uma nova fase na carreira. Recuperada de uma cirurgia no ombro direito, a atacante retornou ao voleibol brasileiro e assinou com o Sesi Vôlei Bauru (SP) para a temporada 20/21. Depois de superar seguidas lesões, dúvidas e trabalhar na recuperação em busca do retorno às quadras, a jogadora aproveita o bom momento no novo clube. Na última terça-feira (29.09), Suelle foi um dos destaques na vitória do time bauruense sobre o Osasco Audax/São Cristóvão Saúde (SP) no campeonato paulista por 3 sets a 0.

Em entrevista ao site da Confederação Brasileira de Voleibol (CBV), Suelle falou sobre a delicada cirurgia no ombro direito, quarentena, avaliou sua carreira, lembrou da experiência no voleibol japonês e comentou sobre os objetivos para sua nova fase com o Sesi Vôlei Bauru.

Como está sendo o seu retorno às quadras depois da cirurgia no ombro direito, Covid-19 e pandemia? A emoção de estar em quadra novamente é muito grande?

“Quando resolvi operar já tinha em mente retornar nessa temporada. A pandemia foi um choque e ao mesmo tempo me ajudou a ter mais tempo na preparação para esse retorno. É um momento muito difícil para todos e não sabíamos o que seria do esporte, ainda estamos nos adaptando ao novo normal, mas estou muito feliz em poder treinar e estar num time tão gostoso de trabalhar como o Sesi Vôlei Bauru. A cada semana vejo uma melhora física e técnica, sei que tenho muito trabalho pela frente, fiquei muito tempo parada e a comunicação com a comissão técnica é de extrema importância para que eu consiga chegar no meu melhor”.

Como foi o período que você passou no voleibol japonês? Quais as lembranças que você traz desse momento da sua carreira?

“Jogar no Japão foi a maior experiência da minha vida, não só pelo voleibol, mas como pessoa. Evoluí muito como ser humano e pessoas próximas repararam essa diferença desde que retornei para o Brasil. Sou muito grata a Deus por essa oportunidade”.

O que a Suelle espera da nova temporada? Como foram os primeiros jogos pelo Campeonato Paulista?

“Essa temporada será diferente de todas as outras que já jogamos. Estamos nos adaptando aos novos protocolos, mas acredito que essa pandemia serviu para que voltássemos diferentes, mais empáticos, cuidando uns dos outros, mais conectados e tentando passar por tudo isso juntos. Fiquei muito emocionada por ter a oportunidade de estar em uma partida e sentindo novamente esse friozinho na barriga. Estou ainda mais feliz ainda por estar fazendo parte de um time tão gostoso de trabalhar. Estou no lugar certo”.

Quais os momentos mais marcantes da Suelle nas quadras de vôlei?

“Os momentos mais marcantes na minha carreira não foram momentos que me destaquei individualmente e sim onde trabalhei em grandes equipes e juntos me ajudaram a conquistar os meu sonhos como atleta. Valorizo todas as minhas conquistas, mas sem os meus companheiros de equipe isso jamais seria possível”.

Como você vê o Sesi Vôlei Bauru para a disputa dessa temporada?

“O Sesi Vôlei Bauru vem se reforçando a cada temporada. A equipe está bem estruturada, teve bastante mudanças esse ano e sabemos que o entrosamento será muito importante. A cada treino e jogo buscamos melhorar e crescer como equipe. Vamos atrás de títulos e sabemos que temos bastante trabalho pela frente”.

O Banco do Brasil é o patrocinador oficial do voleibol brasileiro


Aplicativo CBV.
Baixe agora!

Baixe agora o Aplicativo Vôlei Brasil, faça seu cadastro e receba todas as novidades das competições, alertas dos seus jogos favoritos, além de assistir a vídeos ao vivo.

Baixe na Apple Store Baixe na Google Play
Banco do Brasil

PATROCINADOR OFICIAL

Parceiros Oficiais