Brasil larga com três duplas garantidas nas quartas de final em Lima

Publicado em: 13/03/2020 21:11
?20200402132515
Bárbara Seixas prepara jogada para Carolina Horta em Lima (Créditos: Divulgação/FPV)

Da redação, no Rio de Janeiro (RJ) – 13.03.2020

O Brasil iniciou com bons resultados a caminhada por medalhas na etapa de Lima (Peru) do Circuito Sul-Americano de vôlei de praia 2020. As quatro duplas brasileiras que disputam a competição venceram nesta sexta-feira (13.03), e três delas já garantiram uma vaga nas quartas de final, ficando em primeiro nos seus grupos.

André/George (ES/PB), Bárbara Seixas/Carol Horta (RJ/CE) e Oscar/Thiago (RJ/SC) tiveram duas vitórias em dois jogos e vão às quartas de final neste sábado (14.04). Os adversários serão definidos após final das partidas da fase de grupos e repescagem. Os horários dos confrontos dos brasileiros ainda não foram definidos.

No naipe feminino, Bárbara Seixas e Carol Horta começaram a competição superando as colombianas Diana e Margarita por 2 sets a 0 (21/14, 21/14). Na mesma chave, Tainá e Victoria também começaram com bom resultado, vencendo as irmãs colombianas Andrea e Claudia Galindo por 2 sets a 0 (21/14, 21/15).

Com as vitórias das duas equipes, as brasileiras se enfrentaram valendo a primeira colocação e a vaga direta nas quartas de final. E Bárbara Seixas/Carol levou a melhor sobre Tainá/Victoria por 2 sets a 1 (21/13, 26/28, 15/10). Bárbara comentou o confronto e analisou a vitória.

“Tivemos um primeiro dia positivo, enfrentar as meninas do Brasil logo de cara é complicado, ainda mais Tainá e Victoria, que jogam juntas há muito tempo. Possuem mais entrosamento do que nós. Mas é positivo, estamos juntas há dois meses e meio e é importante para que a gente pegue mais ritmo, mais consistência. Acho que conseguimos fazer isso bem”, disse Bárbara, que também comentou atuar sem a presença de público, medida cautelar por conta da epidemia mundial do Covid-19.

“Portões fechados é algo um pouco chato, gostamos de jogar com público, mas é totalmente compreensivo. A primeira preocupação tem que ser a saúde e segurança de todos. As pessoas estão um pouco assustadas, mas fico feliz que as medidas estejam sendo tomadas. Vamos descansar e esperar o sorteio para saber quem enfrentaremos”, declarou.

André Stein e George largaram no torneio com duas vitórias. Superaram na primeira partida do dia os equatorianos Leon/Quiñones por 2 sets a 0 (21/15, 21/8). Horas mais tarde, triunfo sobre os argentinos Aveiro/Amieva por 2 sets a 0 (21/11, 21/18). O resultado classificou a dupla em primeiro no grupo, indo direto às quartas de final.

Oscar e Thiago superaram na primeira rodada os equatorianos Jaramillo/Marcos por 2 sets a 1 (21/14, 22/24, 15/11). No segundo jogo do dia, os atletas pan-americanos venceram os chilenos Zavala/Lammel por 2 sets a 0 (21/14, 21/18), também garantindo vaga às quartas de final pela primeira posição no grupo.

Após os jogos de repescagem e quartas de final, a disputa segue para semifinal, bronze e final. Os pontos obtidos em cada etapa vão para o país, de acordo com a classificação final somente da melhor dupla de cada nação. Ao final, os pontos são somados e o país na liderança do ranking é declarado campeão geral.

O Circuito Sul-Americano conta com três etapas regulares e um torneios ‘Finals’, com maior pontuação e premiação. Além de Coquimbo (Chile), e agora Lima (Peru), a competição passará por San Juan de Los Morros (Venezuela), e Linares (Chile). As próximas duas etapas, porém, terão datas ainda definidas por conta de adiamentos referentes ao corona vírus.

O Banco do Brasil é o patrocinador oficial do voleibol brasileiro


Parceiros Oficiais