CBV inicia repasse da verba arrecadada com o pay per view

Publicado em: 18/02/2020 10:08
?20200602132010
O assinante do Canal Vôlei Brasil colabora com o seu clube do coração (Créditos: Divulgação/CBV)

Um projeto audacioso e ainda inovador colocou no ar, em novembro de 2019, o pay per view da Superliga Banco do Brasil masculina e feminina de vôlei 2019/2020 deixando, assim, a competição com 100% de cobertura. Os jogos que não forem para os parceiros, SporTV, site Globoesporte.com e TV Cultura, podem ser vistos pelos assinantes do Canal Vôlei Brasil. Em pouco menos de quatro meses, foram cerca de 7.200 assinaturas. Com o projeto concretizado, a Confederação Brasileira de Voleibol (CBV) dá início, agora, ao repasse de parte da verba aos clubes.

O processo é simples: desde o início do pay per view, cada assinante recebeu, além dos jogos com exclusividade, a possibilidade de contribuir com o seu clube de coração ao preencher um formulário. Assim, o time com maior número de torcedores assinantes recebe uma porcentagem maior. Porém, todos têm direito a uma cota. A primeira parcela do repasse sairá na próxima sexta-feira (21.02) e, enquanto houver movimento de assinatura, será gerado repasse para os clubes, como explica o Superintendente da CBV, Renato D´Avila.

“É um início de um projeto promissor, que foi pensado buscando uma nova fonte de receitas para os clubes. Alguns tiveram já um resultado animador. Neste projeto de poucos meses, tivemos um número de assinantes que consideramos positivo, e esperamos que os torcedores entendam que isso é um dinheiro que a CBV reverte para todos os clubes, proporcionalmente a adesão de cada apaixonado pelo seu clube”, explicou D´Avila.

O Canal Vôlei Brasil chegou com um time de peso para levar um dos melhores campeonatos do mundo aos apaixonados por vôlei. O assinante tem uma equipe de narradores que conta com nomes como Marcelo Gomes, Marcelo Do Ó, Napoleão de Almeida e Vinícius Rodrigues, comentaristas como William, Vera Mossa, Maurício Jahu, Fofão, Andréia Sfonzin, e repórteres como João Paulo Cappelanes, Fernando Camargo e Felipe Garrafa, entre tantos outros que compõem a equipe.

O Banco do Brasil é o patrocinador oficial do voleibol brasileiro


Parceiros Oficiais