Em casa, Fluminense vence o BRB/Brasília Vôlei

primeira vitória

15 de outubro de 2017

Lara no ataque na vitória do Fluminense sobre BRB/Brasília Vôlei

(Marilson Santana/Fluminense)

No jogo de abertura da Superliga feminina de vôlei 17/18, melhor para o Fluminense (RJ). Neste domingo (15.10), a equipe carioca venceu o BRB/Brasília Vôlei (DF) por 3 sets a 0 (25/16, 25/16 e 25/19), no ginásio do Hebraica, no Rio de Janeiro (RJ). Os outros cinco jogos da primeira rodada do turno serão disputados na próxima terça-feira (17.10).

A ponteira Thaisinha se destacou na partida, foi eleita a melhor em quadra em votação popular no site da Confederação Brasileira de Voleibol (CBV) e ficou com o Troféu VivaVôlei CIMED. A atacante ainda terminou o confronto como a maior pontuadora, com 25 pontos.

Ao final do duelo, a atacante Thaisinha, que se transferiu para a equipe carioca nesta temporada, parabenizou o time pela vitória contra o BRB/Brasília Vôlei.

“Foi um bom jogo e é importante começarmos bem a Superliga. A partida de estreia é sempre mais tensa e tem muita ansiedade, mas estou feliz pela forma que nos comportamos. Agora é pensar na sequência do campeonato porque queremos estar nas primeiras posições”, disse Thaisinha.

Pelo lado do BRB/Brasília Vôlei, o treinador Sérgio Negrão lamentou a derrota e a falta de ritmo do time candango. 

“As nossas jogadoras estavam nervosas e sentiram o fato de só termos feito três jogos amistosos antes da estreia na Superliga. Faltou ritmo de jogo e, por sermos uma equipe jovem, acabamos sentindo isso. Deixamos a desejar principalmente no saque e na recepção”, explicou Sérgio Negrão.

Outros jogos

Os outros cinco jogos da primeira rodada do returno serão realizados na terça-feira (17.10). Duas partidas acontecerão às 19h30; o Pinheiros (SP) receberá o Vôlei Bauru (SP) e o Hinode Barueri (SP) mediará forças com o Vôlei Nestlé (SP). Na sequência, às 20h, mais dois jogos: Camponesa/Minas (MG) x São Cristóvão Saúde/São Caetano (SP) e Renata Valinhos/Country (SP) x Dentil/Praia Clube (MG). No último jogo da rodada, às 21h30, o Sesi-SP enfrentará o atual campeão Sesc RJ.

O JOGO

O Fluminense começou melhor e fez 12/8. Neste momento, o treinador do BRB/Brasília Vôlei, Sérgio Negrão, pediu tempo. Com um ace da ponteira Thaisinha, o time carioca abriu quatro pontos (15/11). A ponteira Thaisinha seguiu confiante no saque e a diferença no placar subiu para nove pontos (20/11). O Fluminense foi melhor até o final e venceu o primeiro set por 25/16.

O Fluminense seguiu melhor no início do segundo set e fez 11/6. Com um ponto de contra-ataque da oposta Renatinha, o time candango fez 15/9.O BRB/Brasília Vôlei cresceu de produção e encostou (17/15). O Fluminense foi melhor na parte final da parcial e as cariocas venceram o segundo set por 25/16.

O BRB/Brasília Vôlei voltou melhor para o terceiro set e fez 10/8. Quando o BRB/Brasília Vôlei abriu três pontos (14/11), o treinador Hylmer Dias, da equipe carioca, pediu tempo. Mesmo com a paralisação, o time candango continuou melhor e fez 18/13. O Fluminense cresceu de produção e encostou (19/18). As donas da casa viraram o placar, dominaram a parte final do set e venceram a parcial por 25/19 e o jogo por 3 sets a 0.

O Banco do Brasil é o patrocinador oficial do voleibol brasileiro