Duplas brasileiras se despedem da disputa na China

Mundial sub-19

13 de julho de 2018

Zuliani e Pisco em ação contra os tailandeses

(GettyImage/FIVB)

As duplas brasileiras na disputa do Campeonato Mundial sub-19 de vôlei de praia se despediram da competição na rodada desta sexta-feira (13.07). Gabriel Zuliani/Gabriel Pisco e Thamela/Anne Karolayne fizeram campanhas semelhantes e se despediram da competição, que acontece em Nanquim (CHN), na fase de oitavas de final.

No torneio masculino, Zuliani e Pisco começaram o dia com vitória na repescagem sobre uma dupla da casa, Jiang e Yuan, por 2 sets a 0 (21/19 e 21/15). Mais tarde, os meninos do Brasil não conseguiram repetir o bom desempenho da partida anterior e acabaram superados por Phichakon/Phampong (TAI) por 2 sets a 0 (19/21 e 18/21).

Entre as meninas, Thamela e Anne Karolayne enfrentaram Villar/Churin (ARG) na repescagem e conseguiram vencer por 2 sets a 1 (16/21, 21/14 e 16/14). Na fase seguinte as adversárias foram as holandesas Raisa Schoon e Emi van Driel, que acabaram levando a melhor sobre as brasileiras por 2 sets a 0 (16/21 e 14/21).

Ao longo da história da competição o Brasil conquistou sete medalhas de ouro (quatro no feminino e três no masculino). O primeiro título foi no Mundial, na Grécia, em 2002, quando a competição ainda era Sub-18. Ian Borges e Pedro Solberg foram os vencedores. Em 2005, na França, Carol Aragão conquistou o outro título mundial, ao lado de Bárbara Seixas.

Em 2013, Duda e Tainá levaram o troféu em Portugal. No ano seguinte, novamente Duda, desta vez ao lado de Andressa, ficou com o ouro, assim como Arthur Lanci/George, fazendo a dobradinha também em Portugal. Na última edição, em Larnaka, no Chipre, em 2016, as duplas brasileiras também chegaram ao topo do pódio. No feminino Victória/Duda levaram o ouro, enquanto Renato/Rafael venceram no masculino.

O Banco do Brasil é o patrocinador oficial do voleibol brasileiro