Duplas brasileiras começam a etapa quatro estrelas de Xiamen com seis vitórias

quatro invictos

19 de abril de 2018

Ágatha ataca contra bloqueio norte-americano em Xiamen

(Divulgação/FIVB)

Da redação, no Rio de Janeiro (RJ) – 19.04.2018

O Brasil começou com seis vitórias em oito jogos a etapa quatro estrelas de Xiamen, na China, pela temporada 2018 do Circuito Mundial de vôlei de praia. As três equipes do naipe feminino venceram na estreia, na madrugada desta quinta-feira (19.04), e voltam à quadra em partida valendo a liderança do grupo. Entre os homens, Vitor Felipe/Guto (PB/RJ) também vencerem na primeira rodada e disputam a liderança da chave nesta sexta-feira (20.04).

Já Alison/Bruno Schmidt (ES/DF) e Álvaro Filho/Saymon (PB/MS), que perderam na estreia, tiveram que disputar mais um jogo ainda na madrugada desta quinta-feira, se recuperaram, venceram e seguem na competição. Eles disputarão a repescagem.

O formato de disputa na fase de grupo da etapa quatro estrelas se dá do seguinte modo: a equipe mais bem ranqueada do grupo enfrenta a de ranking mais baixo, e as equipes com segunda e terceira posição do ranking se enfrentam no outro duelo na estreia.

As duas equipes vencedoras na primeira partida se enfrentam então valendo o primeiro lugar da chave (o perdedor fica em segundo). Já os times que perderam na primeira partida, duelam valendo pelo terceiro lugar, enquanto o derrotado neste jogo está eliminado da competição.

Os primeiros colocados dos oito grupos vão direto às oitavas de final, enquanto segundos e terceiros disputam a repescagem. Desta fase em diante, a competição segue em formato eliminatório simples até as disputas de medalha.

No feminino, Ágatha e Duda (PR/SE) venceram o primeiro jogo, superando as norte-americanas Kelley Larsen e Emily Stockman por 2 sets a 0 (21/16, 21/16), em 31 minutos. Elas encaram na madrugada desta sexta-feira (20.04) as holandesas Joy Stubbe e Marleen Van Iersel valendo a liderança do grupo G.

“Os times norte-americanos são sempre duros e experientes, sabíamos que teríamos que entrar com todo foco. A primeira partida é muito importante para termos chances de ir direto às oitavas, com maior tempo de estudo dos adversários e descanso. Vamos seguir unidas, pensando jogo a jogo, demos apenas o primeiro passo”, analisou Duda.

As campeãs brasileiras Maria Elisa e Carolina Solberg (RJ) também largaram bem, superando as suíças Laura Caluori e Dunja Gerson por 2 sets a 0 (21/18, 21/10), em 29 minutos. O duelo valendo a liderança da chave C, nesta sexta-feira, será contra as alemãs Borger e Kozuch. Os times já se enfrentaram uma vez, com triunfo da dupla brasileira.

Taiana e Carolina Horta (CE) também disputarão a primeira posição do grupo nesta sexta-feira, já que largaram com vitória por 2 sets a 0 (21/15, 21/15) sobre Dumbauskaite e Povilaityte, da Lituânia. A partida valendo o primeiro lugar da chave F será contra as australianas Artacho e Clancy, no segundo encontro entre os times (as brasileiras venceram o primeiro).

Masculino
No naipe masculino, Vitor Felipe/Guto (PB/RJ) foi o único time a vencer na estreia, superando os tchecos Perusic e Schweiner por 2 sets a 1 (21/16, 11/21, 15/9), em 49 minutos. Eles jogam a liderança do grupo D contra os poloneses Fijalek e Bryl nesta sexta-feira. Se vencerem, vão direto às oitavas de final da competição chinesa, sem repescagem.

“Conseguimos ter tranquilidade no tie-break, jogamos unidos para sair com uma vitória. O foco te que ser total em cada ação, mas é sempre ótimo começar vencendo, vamos construindo confiança para a sequência da competição”,  destacou Vitor Felipe.

Alison e Bruno Schmidt (ES/DF) acabaram sofrendo um tropeço na primeira partida do dia, sendo superados pelos noruegueses Anders Mol e Christian Sorum por 2 sets a 0 (21/16, 21/17), em 36 minutos de jogo. Na segunda rodada, valendo o terceiro lugar, superaram os cubanos Nivaldo Diaz e Sergio Gonzalez por 2 sets a 0 (21/15, 21/18), em 32 minutos. Assim, os campeões olímpicos terão que disputar a repescagem nesta sexta-feira, com adversário ainda a ser definido em sorteio após os últimos jogos da fase de grupos desta sexta-feira.

Quem também disputará a repescagem é o time Álvaro Filho/Saymon (PB/MS), que na rodada de abertura foi superado por 2 sets a 0 (21/19, 21/11, em 36 minutos, pelos norte-americanos Gibb e Crabb, mas que se recuperaram vencendo os chineses Lei Li e Zhuoxin Li por 2 sets a 0 (21/19, 21/19), em 39 minutos.

Esta será a sexta vez que a cidade de Xiamen recebe uma etapa do Circuito Mundial, estando presente no tour seguidamente desde 2013. O Brasil soma quatro medalhas, sendo três de ouro, com Alison/Vitor Felipe, em 2013, Juliana/Maria Elisa, em 2014, e Fernanda Berti/Bárbara Seixas, em 2017. A prata foi conquistada por Talita/Taiana, em 2013.

Os times brasileiros somam até aqui três medalhas no Circuito Mundial 2018, sendo um ouro (Fernanda Berti/Bárbara Seixas) e duas pratas (Carol Horta/Taiana e Carol Solberg/Maria Elisa). Além de Xiamen, a China sediará outras quatro etapas no Circuito Mundial 2018, de duas e três estrelas, além de ser palco do Campeonato Mundial Sub-19, que ocorre em Nanquim, de 10 a 15 de julho. Já a etapa brasileira do tour acontece de 16 a 20 de maio, em Itapema (SC).

VEJA TODOS OS RESULTADOS DO DIA
http://worldtour.2018.fivb.com/en/568/schedule

VEJA A GALERIA DE FOTOS DO MASCULINO NO DIA
http://worldtour.2018.fivb.com/en/mxia2018/men/photos

VEJA A GALERIA DE FOTOS DO FEMININO NO DIA
http://worldtour.2018.fivb.com/en/wxia2018/women/photos

O Banco do Brasil é o patrocinador oficial do voleibol brasileiro