Brasil vence primeiro amistoso contra os Estados Unidos

Ibira lotado

13 de agosto de 2017

Jogadores comemoram ponto

(Felipe Rau/MPIX/CBV)

O primeiro de uma série de quatro amistosos já foi positivo para o Brasil. Neste domingo (13.08), a seleção brasileira masculina de vôlei jogou diante de um Ibirapuera lotado com quase nove mil pessoas e o público de São Paulo colaborou para a vitória sobre os Estados Unidos por 3 sets a 0, com parciais de 25/21, 26/24 e 25/21. O próximo duelo será na terça-feira (15.08), em Manaus, na Arena Amadeu Teixeira.

Neste domingo, a seleção brasileira começou o jogo com a formação que vem iniciando os últimos jogos: o levantador Bruninho, o oposto Wallace, os centrais Lucão e Maurício Souza, os ponteiros Lucarelli e Maurício Borges e o líbero Tiago Brendle. Também participaram do jogo o oposto Renan, o levantador Raphael e os ponteiros Rodriguinho e Douglas.

O Brasil, que foi campeão do Sul-Americano na última sexta-feira (11.08), chegou e viagem ontem e hoje já estava em quadra para mais uma partida. O levantador Bruninho falou sobre essa rotina e a boa resposta demonstrada pelos jogadores brasileiros.

“Nós viemos de uma semana de competição e, mesmo assim, treinando com intensidade para manter um bom padrão de jogo. O grupo respondeu bem, apesar de algumas falhas na defesa em alguns momentos. Não faltou concentração na partida de hoje e todos estão de parabéns”, avaliou o capitão Bruninho.

O oposto Wallace também falou sobre a vitória de hoje. “Estamos chegando da Liga Mundial e Sul-Americano e já estamos nos preparando para a Copa dos Campeões e enfrentar os Estados Unidos, sem dúvida, faz parte de uma boa preparação. Eles sempre são uma potência. Renovam e mantém o nível lá em cima. Mas, queríamos dar essa vitória ao torcedor brasileiro e o mais importante foi que conseguimos”, disse Wallace.

A Copa dos Campeões será disputada de 12 a 17 de setembro, no Japão, entre as seleções do Brasil, França, Itália, Irã, Estados Unidos e os donos da casa. Para o técnico Renan, o amistoso deste domingo já foi de extrema importância nessa caminhada até a próxima competição.

“Começou hoje a nossa preparação para a Copa dos Campeões com um jogo importante, um clássico do voleibol internacional e foi uma partida bastante equilibrada, onde o Brasil soube fazer a diferença, principalmente no saque e bloqueio”, analisou o treinador.

Renan ainda fez questão de parabenizar a seleção brasileira. “O grupo está de parabéns. Todos jogaram o tempo todo de forma muito concentrada e presenteou o ´público que compareceu em massa aqui no Ibirapuera. Foi um jogo muito interessante e positivo”, concluiu o técnico da seleção brasileira.

O JOGO

O Brasil abriu o placar depois de um bom saque de Maurício Borges e com ponto de bloqueio de Lucão. Com mais um bloqueio, dessa vez de Lucarelli, a seleção brasileira fez 4/2. Wallace marcou 7/4. Na bola de segunda de Bruninho, o Brasil marcou 9/4 e os Estados Unidos pediram tempo. Na volta, ace de Maurício Souza: 10/4. O adversário reagiu e fez 7/10. Quando o placar foi a 14/8 para a seleção brasileira, o adversário pediu tempo novamente. O time da casa ainda marcou 17/12. Lucão fez 19/13. Os norte-americanos passou a pontuar, chegou a 17/20 e foi a vez de Renan pedir tempo. Na sequência, o time do Brasil fechou em 25/21.

Os Estados Unidos começaram melhor no segundo set e abriram 2/0. Maurício Borges pontuou para o Brasil no ataque e Bruninho e Lucão no bloqueio duplo deixaram tudo igual (2/2). Bruninho fez 3/2 e virou o set para a seleção brasileira. Com ponto de saque de Maurício Souza, 5/2 e pedido de tempo do adversário. Maurício Borges conseguiu bom saque e Lucarelli marcou 8/4. Os Estados Unidos passaram a pontuar mais e o placar esteve empatado em 10/10 e depois em 14/14. A seleção brasileira passou a pontuar mais e, com Wallace, chegou a 19/16. O adversário voltou a deixar tudo igual em 19/19. A reta final do set foi bastante equilibrada, com as equipes empatadas em 22/22. No final, 26/24 para o Brasil.

O terceiro set também começou bem disputado, com a seleção brasileira tendo apenas um de vantagem em 8/7. A diferença no placar seguiu a mesma em 13/12. No ace de Lucarelli, a equipe dirigida pelo técnico Renan marcou 16/13 e o adversário pediu tempo. Na volta, depois de outro bom saque de Lucarelli, Maurício Borges pontuou no contra-ataque. Lucão marcou 10/15. A parcial seguiu bem disputada e, no final, com o apoio de uma torcida que lotou o Ibirapuera, o Brasil fechou em 25/21.

AMISTOSO BRASIL X ESTADOS UNIDOS

DOMINGO (13.08) – Brasil 3 x 0 Estados Unidos (25/21, 26/24 e 25/21)

O Banco do Brasil é o patrocinador oficial do vôlei brasileiro