Brasil larga bem e vence dois jogos na etapa final, na Argentina

torneio feminino

12 de maio de 2017

Arena montada na cidade de Resistência, na Argentina

(Divulgação)

Da redação, no Rio de Janeiro (RJ) – 12.05.2017

O Brasil começou com duas grandes apresentações a última etapa do Circuito Sul-Americano 2017, disputada na cidade de Resistência, na Argentina. Ana Patrícia e Rebecca (MG/CE) superaram duplas do Paraguai e da Venezuela nesta sexta-feira (12.05), sem terem perdido nenhum set e com a liderança do grupo. Elas buscam o título geral da temporada.

No naipe masculino, encerrado na última semana, o país garantiu o título geral com medalha de ouro de Álvaro e Saymon em Maringá (PR).

Ana Patrícia e Rebecca (MG/CE) começaram o dia vencendo as paraguaias Erika e Gabriela Fillipo por 2 sets a 0 (21/14, 21/16). Horas mais tarde, novo triunfo contra uma dupla experiente. As venezuelanas Gabi e Agudo não resistiram ao bom volume das brasileiras e foram superadas por 2 sets a 0 (21/18, 21/16), liderando a chave.

A parceria verde e amarela, vice-campeã da etapa de Vitória (ES) do Circuito Brasileiro, volta à quadra neste sábado (13.05), pelo complemento da fase de grupos. Elas encaram as uruguaias Fortunati e Hernandez e uma vitória garante vaga antecipada à semifinal do torneio. Caso não terminem em primeiro, elas disputam uma etapa de repescagem.

As semifinais e finais da etapa ocorrem no domingo (14.05). A etapa ‘Finals’ na Argentina conta apenas com os oito melhores países do ranking Sul-Americano. Além das brasileiras, Argentina, Chile, Colômbia, Paraguai, Peru, Uruguai e Venezuela estão representados.

O Brasil lidera o ranking da temporada com 700 pontos, enquanto a Argentina e o Paraguai seguem logo atrás, empatados com 600. Se Ana Patrícia e Rebecca conseguirem classificação às semifinais, já garantem o título geral ao Brasil.

O ranking do Circuito Sul-Americano é feito apenas para os países, contando a pontuação da dupla mais bem colocada das nações em cada parada. Cada dupla pode disputar no máximo duas etapas, garantindo que mais times tenham oportunidade de somar pontos e adquirir experiência.

Os critérios usados pela CBV na convocação são a posição do ranking de entradas do Circuito Brasileiro (a dupla inscrita com melhor colocação) e uma dupla Sub-23 escolhida por critérios técnicos pela entidade, visando dar oportunidade e experiência para jovens atletas. Na etapa ‘Finals’ da Argentina, porém, apenas uma dupla de cada país pode ser inscrita.

BRASIL NO CIRCUITO SUL-AMERICANO 2017

1ª Etapa -Coquimbo (CHI)
Ana Patrícia/Rebecca – ouro
Jô/Vitor Felipe – ouro
Tainá/Victoria – prata
Arthur Lanci/George – bronze 

2ª Etapa -Ancon (PER)
Lili/Josi – ouro
Oscar/Hevaldo – bronze

3ª Etapa -Rosário (ARG)
Oscar/Hevaldo – ouro
Val/Ângela – bronze

5ª Etapa – Maringá (BRA*)
Álvaro e Saymon – ouro

*Disputada apenas no naipe masculino

O Banco do Brasil é o patrocinador oficial do voleibol brasileiro