Brasil estreia na etapa venezuelana com confrontos caseiros

É de casa

28 de abril de 2017

Duelo brasileiro no torneio feminino

(Divulgação/CSV)

O primeiro dia da quarta etapa do Circuito Sul-Americano de Vôlei de Praia 2017, que acontece em San Fernando de Apure, na Venezuela, foi positivo para o Brasil. Nesta sexta-feira (28.04) as quatro duplas brasileiras (duas de cada gênero), jogaram duas vezes cada e o saldo foi de cinco vitórias.

No torneio masculino a estreia foi um duelo caseiro. Bernat/Vinícius (RJ) venceu Allison Francioni/Marcus (SC/RJ) no tiebreak (16/21, 21/16 e 15/13). Na sequência, Bernat e Vinícius foram superados pela dupla da casa Fañe e Peter também em um jogo de três sets (21/12, 12/21 e 15/17). Já Marcus e Allison Francioni conseguiram se recuperar com uma vitória tranquila sobre os peruanos Romay e Sayan por 2×0 (21/16 e 21/4).

Entre as mulheres as brasileiras também precisaram jogar entre si na primeira rodada. Amanda Maltez/Fernanda Nunes (RJ) venceu Hegê/Verena (CE) por 2×0 (21/16 e 21/19). A dupla carioca conseguiu mais um triunfo nesta sexta-feira e bateu Maluisa e Cioli, da Venezuela, por 2×0 (21/15 e 21/18). As cearenses Hegê e Verena levaram a melhor sobre Fortunati/Elgue (URU) por 2×0 (22/20 e 22/20).

A competição continua neste sábado (29.04) com mais uma rodada da fase de grupos e depois as quartas de final. O domingo (30.04) será o dia das semifinais e da grande decisão de cada naipe.

O Brasil está na liderança do ranking geral em ambos os naipes. No masculino, com 560 pontos, tem 20 a mais que o Chile, segundo colocado. A Argentina está na terceira posição com 480. Entre as mulheres, o primeiro lugar está assegurado também com 560 pontos, com o Paraguai em segundo lugar somando 480 pontos, e o Chile vem em terceiro com 420.

O ranking do Circuito Sul-Americano é feito apenas para os países, contando a pontuação da dupla mais bem colocada das nações em cada uma das paradas. Os campeões de cada torneio somam 200 pontos, o vice, 180, o terceiro colocado, 160, reduzindo 20 pontos em cada posição subsequente.

O Banco do Brasil é o patrocinador oficial do voleibol brasileiro.