Alison/Bruno Schmidt abre participação brasileira no vôlei de praia

Rio 2016

5 de agosto de 2016

No Rio de Janeiro (RJ) – 05.08.2016

O saque inicial do vôlei de praia brasileiro nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro acontece neste sábado (06.08), às 11h (de Brasília). Os campeões mundiais e cabeça de chave 1 do torneio, Alison e Bruno Schmidt, encaram os canadenses Josh Binstock e Sam Schachter na Arena de Vôlei de Praia, em Copacabana, pela rodada de abertura do grupo A.

Será a segunda participação de Alison nos Jogos Olímpicos. O capixaba foi medalhista de prata ao lado de Emanuel em Londres-2012. Já Bruno Schmidt viverá sua estreia olímpica e revela o sentimento de representar o país na maior competição esportiva do planeta.

"É um orgulho imenso, sempre estive ligado ao esporte. Meu pai é um ‘fominha’ no vôlei de praia, meu tio (Oscar Schmidt) representou o Brasil com tanto orgulho. Fico feliz de viver esse momento. Estamos muito motivados, conscientes do excelente trabalho feito por uma comissão técnica incrível. Queremos começar com o pé direito", disse o brasiliense.

Nos quatro duelos contra os canadenses no Circuito Mundial, Alison e Bruno Schmidt venceram todos. A última vitória veio em maio desde ano, no Grand Slam de Moscou, na Rússia. Binstock e Schachter se uniram em 2013, ganhando a vaga pela Repescagem Mundial. Eles venceram uma partida contra os compatriotas Pedlow/O’Gorman, em um playoff interno, para que a federação do país apontasse a dupla representante.

Com a experiência de ter subido ao pódio em sua primeira participação olímpica, Alison quer guiar o parceiro rumo ao pódio. O capixaba elogiou a arena montada em Copacabana e comemorou a possibilidade de poder atuar com o apoio de milhares de brasileiros.

"A arena ficou impressionante, realmente muito bonita. Vai ser ótimo atuar com o apoio da nossa torcida, vai gerar um sentimento muito bom. Estamos focados, pensando em cada jogo como se fosse uma final. É como nós vamos encarar essa oportunidade única", disse Alison, que ao lado de Bruno conquistou também o Circuito Brasileiro 15/16 e o Tricampeonato do Superpraia (2014, 2015, 2016), além do Circuito Mundial 2015.

No torneio do vôlei de praia dos Jogos, cada vitória na fase de grupos vale dois pontos, enquanto a derrota rende um ponto. Os primeiros e segundos colocados de cada grupo vão às oitavas de final, assim como os dois melhores terceiros colocados. Os outros quatro terceiros colocados disputam uma rodada chamada ‘lucky loser’, com os vencedores avançando às oitavas, completando as 16 equipes.

Alison e Bruno Schmidt também enfrentam na primeira fase, pelo grupo A, os austríacos Doppler e Horst, na próxima segunda-feira (08.08), às 15h30. Por fim eles encaram os italianos Adrian Carambula e Alex Ranghieri, na próxima quarta-feira (10.08), também às 15h30.

O Brasil é o país com mais medalhas no vôlei de praia nos Jogos Olímpicos. Desde Atlanta-1996, ao menos uma medalha é conquistada por edição por nossos representantes. São 11 no total, sendo duas de ouro, seis de prata e três de bronze.

O Banco do Brasil é o patrocinador oficial do voleibol brasileiro